quinta-feira, 10 de julho de 2014

Casta Rufete

Também conhecida em Penamacor por Tinta Pinheira, esta casta surgiu no interior norte de Portugal e é cultivada principalmente no Douro e no Dão, nas sub-regiões de Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo e Cova da Beira.

Com bom carácter produtivo, é bastante sensível às chuvas precoces no tempo de vindima. Estas uvas amadurecem cedo, dando lugar a um mosto com teor alcoólico e acidez medianos. 

Trata-se, assim, de uma videira cujas uvas dão origem a um vinho leve, de pouca  consistência, coloração e potencial de envelhecimento, sendo mais comum a sua utilização em lote com outras castas, principalmente na região do Dão. A sua cor é geralmente rubi aberta e o aroma ligeiro, floral e herbáceo. Ocasionalmente, as uvas desta casta são também utilizadas em vinho do Porto. 

A Rufete tem uma maturação mediana, simultânea à do Castelão, tratando-se de uma casta pouco sensível ao desavinho e à bagoinha. Os cachos, não muito grandes e de formato cilíndrico-cónico medianamente compacto, apresentam bagos arredondados negro-azul com polpa mole.


Fonte: http://www.mariajoaodealmeida.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário