sexta-feira, 23 de maio de 2014

Britânicos não querem pagar mais do que R$ 22 por garrafa de vinho


Pesquisa mostra ainda que apenas 7% dos consumidores estão dispostos a gastar mais de £10 (cerca de R$ 37)


Uma pesquisa feita na Inglaterra pela especialista em bebidas, Harpers, revelou que apenas metade dos britânicos está disposta a pagar mais de £6 (cerca de R$ 22) por uma garrafa de vinho, e que somente 7% das pessoas está disposta a comprar uma garrafa no supermercado que custe mais de £10 (cerca de R$ 37). 

A pesquisa mostra também que há pequena uma discrepância entre o quanto os homens estão dispostos a pagar e o quanto as mulheres estão. Segundo os dados, 9% das mulheres estão dispostas a pagar mais de £10 por um vinho, ao passo que, entre os homens, essa porcentagem chega só a 6%. No entanto, 54% dos entrevistados não chega a gastar mais de £6 em vinho.

De acordo com o estudo, a guerra de preços entre supermercados é a culpada por fazer os britânicos colocarem o preço acima da qualidade quando se trata de escolher uma garrafa de vinho.

Conforme relatado em uma pesquisa feita pelo jornal inglês The Guardian, as grandes redes de supermercado, como Tesco, Sainsbury e Asda, consideram as promoções de vinho uma das melhores maneiras de incentivar a venda da bebida. Porém, isso fez crescer nos ingleses o hábito de caçar vinhos a preços cada vez mais baratos, fato que coloca uma pressão real sobre os produtores, que não estão tendo quase nenhum lucro na venda de bebidas de custo superior a £6.

O estudo também mostrou que, quando se trata de escolher uma garrafa de vinho de qualidade, a maioria dos britânicos tem dificuldade em fazê-lo. No caso, as mulheres provaram ter menos conhecimento de vinho do que os homens. 40% das mulheres, em comparação com 29% dos homens, foi incapaz de citar ao menos um tipo de uva.


Fonte: http://revistaadega.uol.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário