quinta-feira, 10 de abril de 2014

A uva tempranillo na Espanha


A tempranillo é uma das uvas com maior variedade de nomes no mundo.  Só na Espanha encontramos os seguintes: cencibel em La Mancha, tinta del país, tinto fino, tinta de toro, tinto de Madrid e ull de llebre, na Catalunha. Em Portugal, ela é conhecida como tinta roriz, na região do Douro ou Aragonês, no Alentejo. Já na Califórnia, é denominada valdepeñas.

Os nomes podem ser muitos, mas todos se referem a uma só uva: a tempranillo. Variedade originária do norte da Espanha, seu nome oficial vem da palavra espanhola temprano (cedo). Um significado bastante adequado a uma característica marcante: a tempranillo amadurece antes de outras castas, uma faceta que a torna versátil e apta para ser cultivada em climas diferenciados.

Na Espanha, que é hoje o terceiro maior produtor de vinhos no mundo atrás apenas da Itália e da França, é a casta de destaque dentre as aproximadamente 20 outras cultivadas por lá.

Mas, devido à sua facilidade de amadurecimento e as diferenças de terroir de uma região para outra, na própria Espanha podemos ter estilos diferentes de vinhos produzidos com essa mesma uva. Para exemplificar, destaquei quatro regiões onde a tempranillo se apresenta de forma diferente. Confira!


A tempranillo em Priorat
É considerada o berço dos vinhos tintos intensos, considerados por muitos escritores e colecionadores como sendo os vinhos elite da Espanha. Uma região quente e seca, com baixo índice de chuva, tendo dias quentes e noites bem frias por conta do clima em torno da Serra de Monsant, fazendo com que as vinhas tenham pouco rendimento e um amadurecimento lento das uvas. Esses fatores somados a um solo de grande mineralidade garantem ao vinho ali produzido, potência, intensidade de aromas e grande frescor.


Fonte: http://www.sommelierwine.com.br/ (Por Sommelier Wine Renato Pujol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário