quarta-feira, 12 de março de 2014

O que é um vinho equilibrado?


A expressão “vinho equilibrado” é muito utilizada por quem vive no fascinante mundo dessa bebida. E para entendermos o que ela significa, precisamos relembrar um pouco sobre a composição do vinho.

Quando lemos um livro, uma matéria ou comentários sobre um determinado vinho, normalmente, encontramos informações sobre aromas, acidez, taninos e doçura em boca são algumas características que estão diretamente ligadas aos seus componentes. Resultado dos elementos presentes nas uvas e do processo de fermentação alcoólica, sendo que alguns deles interferem diretamente na harmonia da bebida.

O álcool, resultado da fermentação do açúcar existente na uva por meio das leveduras, e o açúcar residual que, muitas vezes, sobra deste processo, são responsáveis pela sensação de doçura em boca.

Os taninos, presentes principalmente nos tintos, são extraídos das cascas e sementes das uvas durante a fermentação alcoólica no mosto e dão a sensação de adstringência, de boca seca. Já a acidez proporciona frescor e estimula a salivação ajudando a limpar o palato.

Quando todos esses pontos, álcool, açúcar, taninos e acidez, não sobressaem um ao outro significa que o conjunto está em harmonia. Porém, uma leve sobreposição não afeta o equilíbrio. A concentração deles pode ser maior ou menor, mas todos precisam estar bem ajustados.

Então, quando alguém diz que um vinho é equilibrado é o mesmo que dizer que ele é harmonioso, agradável e saboroso de beber.


Fonte: http://www.sommelierwine.com.br/ (Por Sommelière Wine Natália Pieta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário