terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Decantar o Vinho


À medida que os vinhos envelhecem, criam um depósito de partículas sólidas que podem provocar uma sensação desagradável na boca. Para as evitar, devemos verter o vinho para um decanter.

O vinho da garrafa que se pretende decantar não pode sofrer quaisquer abalos para que os resíduos não se misturem no restante líquido. Para evitar esta situação deverá verter-se o vinho lentamente, com muito cuidado, para que este não se misture com o depósito.

A decantação não serve apenas para separar o vinho do depósito. Na verdade, o seu contacto com o ar tem um efeito extraordinário pois, após tantos anos fechado numa garrafa, o vinho liberta os seus aromas e melhora as suas qualidades. Alguns vinhos jovens também beneficiam se forem decantados.

Quando devemos decantar um vinho e com que antecedência?
Cada vinho é um vinho, não se pode responder com exactidão a essa pergunta. No entanto, podem adoptar-se as seguintes regras:

Vinhos com 10 a 20 anos de idade – Uma a duas horas antes da refeição.

Vinhos com mais de 20 anos de idade – Imediatamente antes da refeição evitando, assim, uma oxidação exagerada. A temperatura ideal para serem servidos situa-se entre os 16º e os 18ºC.

O vinho, independentemente da sua idade, deve ser mantido no decanter perfeitamente rolhado, de forma a garantir a sua conservação. Os vinhos licorosos, como o Moscatel, o Porto e o Madeira não fogem a estas regras, com excepção do Jerez, que deve ser bebido num curto espaço de tempo após a abertura da garrafa, pois é mais sensível à oxidação.

Após o decanter ter sido utilizado, deverá ser meticulosamente lavado com água, sendo que a última passagem deverá ser feita com água mineral. Seguidamente, deverá ser colocado ao contrário para escorrer e secar. 

Quando se verifica algum sinal de calcário da água, deve lavar-se o decanter com um pouco de vinagre branco e sal grosso, agitando-o vigorosamente. Depois, deixa-se escorrer e secar. 

Quando se volta a utilizar o decanter, deve-se colocar primeiro umas gotas do vinho que se vai decantar, de forma a «lavar» o recipiente.


Fonte: http://mariajoaodealmeida.clix.pt/

Nenhum comentário:

Postar um comentário