terça-feira, 9 de abril de 2013

Vinho e Chocolate: combinação irresistível


Harmonizar vinho e comida é um trabalho difícil e até polêmico  mas a verdade é que todas as combinações são possíveis desde que o resultado seja harmonioso. Esta realidade também é válida para o chocolate, mas o seu açúcar e gordura, que na maioria dos casos se sobrepõe aos vinhos, acabam por dificultar estas combinações. A explicação reside no fato do doce, e principalmente da gordura do chocolate, revestirem a língua como uma película atrapalhando assim a textura do vinho.

Embora alguns tintos sejam bons companheiros para o chocolate, os fortificados, em particular o vinho do Porto, é para muitos a ligação perfeita. Mas o chocolate tem de ser de boa qualidade e, de preferência, com boa percentagem de cacau visto que o chocolate comercial tende a ser mais doce e gorduroso. Depois, e segundo tem sido propagado e cientificamente comprovado, o consumo moderado de cacau faz bem à saúde. Sem dúvida, uma excelente notícia para os mais gulosos! Além de ter na sua composição flavonóides, que atuam como antioxidantes, o cacau presente no chocolate tem também alcalóides que estão diretamente ligados ao aumento dos níveis de serotonina no cérebro, o que provoca um efeito estimulante e anti-depressivo contribuindo para a sensação de bem-estar. Por isso, seja apreciado puro, em bolos, mousse ou noutra sobremesa qualquer.


Tal como acontece com a comida, a harmonização de vinho com chocolate pode acontecer de várias formas: por semelhança, contraste ou complemento. No primeiro caso, um chocolate de fruta ficará bem com um vinho do porto frutado. No segundo caso, um chocolate amargo poderá perfeitamente ligar com um porto doce, e aqui, tanto pode o Porto realçar o sabor do chocolate amargo ou vice-versa. Por último, um chocolate harmonizado com um vinho do Porto também pode ser a descoberta de novos sabores que se complementam.

Esta combinação é tão irresistível, que alguns organismos ligados ao vinho em Portugal começaram há uns anos a organizar alguns encontros que promovem a harmonização destes dois produtos. É o caso do Instituto de Vinhos do Douro e Porto (IVDP) que já lançou várias ações do gênero. "Estas provas são realizadas periodicamente e têm tido um grande sucesso. O objetivo principal é aumentar o consumo de vinho do Porto, e o bom destes encontros é que há pessoas que nunca provariam vinho do Porto se não fosse o chocolate. É o casamento feito no céu", afirma sorridente Bento Amaral, Chefe da Câmara dos Provadores do IVDP. "Adoro chocolate e Porto e, para mim, a melhor combinação é aquela em que os aromas que se encontram no vinho também se podem encontrar no chocolate, por exemplo, um bom tawny com um chocolate de frutos secos".


Dos simples Ruby às categorias especiais (LBV, Vintage, Tawnyes envelhecidos, entre outros) há muito por onde escolher de forma a descobrir a melhor combinação. Com a imensa variedade de chocolates também existente, nada melhor do que começar bem o ano a fazer estas provas que alegram corpo e alma.


Fonte: http://mariajoaodealmeida.clix.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário