quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Diminuir o teor alcoólico dos vinhos não diminui seus benefícios


O consumo de vinhos com baixo teor alcoólico, chamados de vinhos leves, é uma tendência crescente no setor, e um time de pesquisadores sul-africanos tem uma boa noticia para os apreciadores desse tipo de vinho: o teor alcoólico mais baixo não afeta os benefícios ao sistema cardiovascular.

Os cientistas usaram uma técnica chamada de lirisation, para diminuir os níveis de álcool em um Cabernet Sauvignon francês de 12% para 6%, e percebeream que os níveis de antioxidantes permaneceram os mesmo, de acordo com o estudo publicado no South African Medical Journal.

O co-autor da pesquisa, Sandrine Lecour, que também é pesquisador cardiovascular da Universidade de Cape Town, disse que reduzir o álcool pode ser bom para os consumidores, especialmente desde que estudos recentes mostraram que o consumo moderado de álcool traz benefícios à saúde.

"O processo de lirisation, usado para remover o álcool dos vinhos, garante que o sabor do vinho não se altere, assim como as  propriedades antioxidantes", explicou Lecour.

No entanto, alguns enólogos ainda se mostram céticos em relação a qualidade dos vinhos leves: "Enquanto os efeitos antioxidantes não se alteram, o corpo e o paladar, provavelmente mudarão", disse o enólogo Richard Langford, da vinícola Elderton wines, em Barossa Valley, Austrália. "Vinhos não são consumidos para melhorar a saúde, do mesmo jeito que ninguém come farelo porque é gostoso", acrescentou.


Fonte: http://revistaadega.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário