domingo, 29 de julho de 2012

Adega: Dicas para compra



  • É importante pesquisar preços, tamanhos, entre outros fatores na hora da compra para que  você não se surpreenda lá na frente e nem caia em arrependimento por não ter comprado uma adega maior por um preço melhor.
  • Adquira uma adega que tenha espaço para mais de 20 garrafas, pois, se você consome duas a três garrafas por semana, por exemplo,  é sinal de que você compra pelo menos uma dúzia por mês e por isso pode estar correndo o risco de ter sua adega cheia no mês seguinte! Para não correr nenhum risco, o melhor é ter logo uma adega com espaço!
  • Sempre verificar com o fabricante se a adega possui assistência técnica, pois, caso tenha algum problema com ela, vai precisar de socorro imediato para não ter os vinhos prejudicados com a mudança da temperatura.
  • No quesito iluminação interna, escolha adegas com lâmpadas que não geram calor , assim, você não corre o risco de ter seus rótulos prejudicados.
  • Procure comprar adegas que tenham vidros especiais contra raios UV, para que os raios de sol não alcancem o meio interno e prejudiquem a evolução do vinho.
  • Os sistemas de refrigeração devem ser silenciosos e de baixa vibração.
  • Para armazenar as garrafas, coloque os  espumantes nas prateleiras mais baixas, os brancos e doces no meio e os tintos na parte mais alta. Com isso, os tintos deverão estar na temperatura ideal de consumo, enquanto os outros deverão precisar de poucos minutos em um balde de gelo e água para alcançar a temperatura ideal na hora de serem degustados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário