domingo, 20 de maio de 2012

Nebbiolo: A Uva que faz o Rei dos Vinhos



Segundo alguns, o nome dessa uva (provavelmente de origem do Piemonte) deriva de “Nebbia”, que em italiano significa neblina. Isso porque na hora da colheita os grãos são cobertos de bastante “Pruína”, uma espécie de pátina branca que se compõe de fermentos e outras substâncias que confere ao cacho um aspecto cinzento. Outra versão é que o nome seja derivado do aspecto que a paisagem do Piemonte tem no outono, ou seja, cinzento devido à “neblina” que caracteriza a estação naquela região. Essa é uma variedade muito forte e vigorosa de uva, (principalmente no clone Lampiá), mas com uma produção inconstante. Ela absorve bastante as características do solo onde é plantada e por isso é possível se obter uma qualidade de vinho diferente devido a pouca distância entre os vinhedos. A Nebbiolo gosta de solos calcários, mas se dá bem também com solos ferrosos e argilosos. Geralmente começa a florescer cedo, na primavera, e tem um tempo de maturação muito longo. Ela é cultivada principalmente no Piemonte e quase sempre em pureza. Essa uva é responsável por alguns dos melhores vinhos do Mundo, o Barolo e o Barbaresco.


Apelido sugestivo

O Barolo é considerado ainda hoje o “Rei dos vinhos” por ser um vinho importante, reservado a poucos e com grande potencial de envelhecimento. É também chamado de “Vinho dos Reis” por ser desde as suas primeiras safras consumido por nobres e Reis. Os primeiros a produzir o Barolo foram o Marquês Falletto e o próprio Rei de Itália, Carlo Alberto, que tinha uma produção desse vinho no seu Castello de Pollenzo. Outro grande apreciador e produtor de Barolo foi o Conte Cavour. O Barolo é um vinho elaborado com uva Nebbiolo produzida e vinificada nos arredores da cidade de Barolo, seguindo a legislação do lugar. Ele apresenta uma cor granada, aromas intensos de cereja madura e de especiarias. É um vinho que pode ser envelhecido e se bem vinificado pode durar até 100 anos. Para o Barbaresco vale a mesma definição do Barolo, ele é sempre de uva Nebbiolo e produzido e vinificado nos arredores da cidade de Barbaresco, seguindo a legislação do lugar.


Fonte: http://www.expandblog.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário