domingo, 13 de novembro de 2011

Consumo moderado de vinho reduz riscos de diabetes em até 84%, diz estudo


Diabetes é um problema de saúde crescente nos Estados Unidos e no mundo. Casos do tipo 2 têm aumentado - mais de 60% desde 1991, e especialistas em saúde estimam que isso irá afetar 40 milhões de norte-americanos até 2050.

Um novo estudo, contudo, sugere que o consumo moderado de álcool, incluindo vinho, pode reduzir as chances de desenvolver diabetes, particularmente em mulheres.

Cientistas descobriram que o consumo moderado reduziu os riscos em 19% nos homens e 37% em mulheres com idade entre 50 e 71.

O estudo, publicado no dia 6 de setembro pelo "Annals of Internal Medicine", foi conduzido por cientistas de diversos institutos de saúde norte-americanos. Eles estudaram os dois tipos de variação de diabetes, apesar de os autores estimarem que 95% dos casos em adultos são de tipo 2, antes conhecida como diabetes adulta. Ambas as manifestações da doença são identificadas pelos níveis elevados de glucose no sangue e frequentemente levam a problemas de saúde graves e morte prematura.

Junto com o consumo moderado de álcool - definido entre meia e uma taça por dia para as mulheres, e entre uma e duas taças para os homens -, os pesquisados incluíram fatores como índice de massa corporal ideal, não fumar, atividade física adequada e uma dieta saudável e de baixo risco.

Entre os adultos que se adequavam a esses fatores, cerca de 4% dos homens e 2% das mulheres, os resultados foram impressionantes: o risco de diabetes reduziu 72% entre os homens, e 84% entre as mulheres.

Fonte: Revista Adega

Nenhum comentário:

Postar um comentário