domingo, 4 de setembro de 2011

6 razões para consumir vinho regularmente




1. Alimente a sua cabeça
O vinho pode impactar positivamente na sua memória. Pesquisadores verificaram que, um grupo de mulheres de 70 anos que consumia vinho diariamente mostrou melhores resultados em jogos tipo quizz do que o grupo que não o consumia.
Seu consumo ajuda a prevenir coágulos e reduzir a inflamação dos vasos sanguíneos, os quais estão associados ao declínio cognitivo e também ao surgimento de doenças cardíacas, explicam os pesquisadores da University of Arizona School of Medicine, responsáveis pelo estudo. O álcool, por sua vez, parece elevar o HDL, chamado de bom colesterol, que ajuda a desobstruir as artérias.

2. A garrafa do vinho... a silhueta do consumidor
Estudos constataram que as pessoas que bebem vinho diariamente têm menos massa corporal do que aqueles que se entregam a uma boa taça, ocasionalmente. Além disso, os consumidores moderados de vinho têm, em geral, menos tendência ao acúmulo de gordura abdominal do que as pessoas que consomem outros tipos de bebidas alcoólicas. A garrafa de vinho impactando na silhueta do consumidor.

3. Uma taça rica em defesas para o seu corpo
Um estudo britânico relatou que, aqueles consumidores que bebem vinho regular e moderadamente, reduziram, em média, 11% do risco de infecção pela bactéria Helicobacter pylori, possível causadora de gastrite, úlceras e até mesmo câncer de estômago.
Mudando de país e de tema da pesquisa, na Espanha alguns pesquisadores relataram que o vinho também ajuda contra intoxicações alimentares, causadas por Salmonela sp., por exemplo, quando as pessoas são expostas a alimentos contaminados.

4. A importância para os ovários
Pesquisadores australianos compararam mulheres sadias com mulheres com câncer de ovário, verificaram que a taça de vinho diária parece reduzir o risco do surgimento da doença em 50%.
Estudos anteriores, na University of Hawaii apontavam resultados semelhantes. Os especialistas suspeitam que esta proteção está relacionada ao alto potencial antioxidante do vinho e a presença de fitoestrogênios, que têm propriedades anticancerígenas.
Mais recentemente, um estudo realizado em Michigan descreveu a capacidade de alguns compostos bioativos do vinho a impedir a proliferação de células cancerígenas de ovário, em testes in vitro.

5. Para ossos melhores
No geral, as mulheres que consomem vinho regularmente parecem ter maior massa óssea do que os abstêmios. As indicações são de que o álcool pode aumentar os níveis de estrogênio, hormônio relacionado a proteção e manutenção da massa óssea.

6. Vinho na taça e redução de açúcar no sangue
As mulheres que estão na pré-menopausa, que consomem sua taça de vinho diária, tem 40% menos probabilidade de desenvolver diabetes (tipo 2) do que as que não o consomem, segundo estudo dirigido durante 10 anos pela Harvard Medical School. Embora as razões ainda não estejam claras, o vinho parece reduzir a resistência à insulina em pacientes diabéticos.

Fonte: Histórias e Vinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário